Cada um com seu talento.

Na festa de abertura da semana da pessoa com deficiência, depois do desfile “Passarela Inclusiva”  encontrei com minha amiga Mariana.

Foi emocionante… a festa do encontro.

A Mariana é daquelas pessoas que não se inibe em mostrar seu amor…


– Oi Tina, minha irmanzinha vem aqui!! 

-Olá Mariana!!

-Vamos dançar?

Seu amor é genuíno e sem barreiras… uma fofa!!!
Mariana tem talento para amar.

– Óóó… que legal!!! O Dudu do cavaco vai tocar!!!

O Dudu é um verdadeiro talento!!

-Clap, clap, clap, clap, como ele toca bem!!!

Que bacana capoeira! Essa galera tá mandando bem! Apesar das limitações, tem talento para jogar.

Meu amigo Rawdrey Nobre, nos teclados.

Ilumina a nossa alma ao tocar sua música.

Cada um tem seu talento:  amar sem barreiras,  tocar para alegrar e iluminar a alma alheia…

“Cabe a todos nós, incluindo as pessoas com deficiência  enxergar esses talentos.”

“Incluir é transformar a sociedade para que ela se torne de qualidade para TODOS, temos que ter, sempre, a preocupação de fazer com que os talentos de TODOS se manifestem mais do que suas limitações, para construção de uma sociedade inclusiva brasileira e mundial avance mais rapidamente”
(Escola de Gente- A metodologia das Oficinas Inclusivas )

Anúncios