Amor feito a mão

A “modernidade liquida” em que vivemos traz consigo uma misteriosa fragilidade dos laços humanos, ao mesmo tempo que desejamos estreitar esses laços procuramos mantê-los frouxos… para se desfazer  facilmente, não sabemos mais manter laços a longo prazo.

 Estamos na era do “Amor liquido” Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman.

Nessa era de laços frouxos eu sonho com um amor feito a mão… costurado ponto-a-ponto com laços apertados.

AMOR FEITO A MÃO
                 (Brisa Marques)

Costuro o amor devagar 
linha e agulha
Escuta não sei costurar.

Respiro teu cheiro no ar
miniatura
Boneca, mas quero casar.

Meu Coração prateado
desimpedido
Perdido, espera te achar


Quem sabe te posso sonhar
Amor feito a mão 
Humano, imenso fiar.


Anúncios